“O Sal da Terra” retrata histórias por trás das fotografias de Sebastião Salgado

em dicas de fotografia.

Amazônia, Lélia Wanick Salgado, Torreão, Nascente, Cordoaria, povos sindigenas, o sal da terra, contador de historias, olhar privilegiado, Wim Wenders,  making of, (11)3107 2219, focus fotografia, sb 700 manual, ana paula maciel nua, curso de fotografia, vaga de fotografo, focus foto, cursos de fotografia, fiona walker, fotos eróticas de cinco estudantes de escolas públicas de luziânia, focus escola de fotografia, fotografia,  curso profissional de jornalismo, focus escola de fotografia, curso tecnico de fotografia em sp, escola de fotografia, curso de fotografia sp,  preços dos cursos de fotografia?,  curso profissionalizante de fotografia em sp, cursos profissionalizantes de fotografia em sp, cursos profissionalizantes de fotografia em sp, escola focus foto, focus fotografia, aulas de fotografia profissional, aulas cursos online de fotografia, escolas profissionalizantes de fotografia, escola de fotografia, escolas de fotografia,  cursos técnicos de fotografia, curso profissionalizante de fotografia em sp, cursos profissionalizantes de fotografia em sp, fotógrafo, quanto vale o seu trabalho?,   , cursos de fotografia zona oeste, sp, , cursos de fotografia zona sul sp, , cursos de fotografia zona central sp, , cursos de fotografia em Santos,     cursos de fotografia em sp, escola focus, Melhores cursos de fotografia sp,  melhores escolas de fotografia sp,  melhor curso de fotografia Brasil,  aprenda fotografia, curso de fotografia sp,  escola focus, focus fotografia, enio leite, cursos de fotografia zona leste sp,, cursos de fotografia em sp , focus escola de fotografia, curso de fotografia sp , melhores escolas de fotografia  do Brasil,  cursos fotografia online, fotografia curso sp, curso de photoshop, melhor curso de fotografia sp, cursos de fotografia focus,   melhores escolas de fotografia do mundo, curso de fotografia em sp, curso de fotografia digital, cursos de fotografia zona sul sp  melhores escolas de fotografia zona oeste sp,  melhor curso de fotografia do Brasil,  focus foto , aulas de fotografia,       cursos fotografia São Paulo, escola de fotografia sp,   fotografia focus são Paulo,  fotografe melhor,  curso fotografia são Paulo, curso de fotografia sp, curso de fotografia,

Sebastião Salgado expõe em Londres

O filme “O Sal da Terra”, que se estreia em Portugal em 09 de abril, retrata as histórias por trás das fotografias a preto e branco de Sebastião Salgado, mundialmente conhecidas, além de episódios da vida do fotógrafo brasileiro.

“Não é um `making of` sobre os trabalhos de Sebastião [Salgado], nem um filme sobre um fotógrafo. É sobre uma das grandes testemunhas dos últimos 40 anos”, disse Juliano Salgado, correalizador da obra e filho do fotógrafo, em entrevista à Lusa, na estreia do documentário no Brasil.

O filme, codirigido com o realizador alemão Wim Wenders, teve estreia mundial no ano passado, no Festival de Cannes, onde recebeu uma menção especial do júri, e foi nomeado para o Óscar de melhor documentário, título que conquistou nos “Césares” do cinema francês, assim como o prémio do público em San Sebastian. A estreia do filme em Portugal vai coincidir com a inauguração da exposição “Génesis”, de Sebastião Salgado, com curadoria de Lélia Wanick Salgado, no Torreão Nascente da Cordoaria Nacional, em Lisboa.

A mostra é composta por 245 fotografias, feitas entre 2004 e 2011, em ambientes mantidos naturais, no planeta. Juliano Salgado considerou “genial” o lançamento conjunto, para o público português, mas não arriscou recomendar uma sequência para ver as obras — se primeiro o filme ou a exposição.

“Tem de se ver tudo, o filme e a exposição”, disse à Lusa, em São Paulo. Os primeiros passos para que a ideia do filme surgisse foram dados durante o projeto “Génesis”, quando o fotógrafo convidou o filho para o acompanhar numa expedição à Amazónia brasileira, para fotografar os índios Zo`és, que vivem de maneira preservada.

Juliano Salgado recordou à Lusa como até então era “distante” do pai, do ponto de vista pessoal, e como temeu viajar ficar isolado com ele, no meio de uma tribo, em plena Amazónia. Mas o ambiente pacifista dos Zo`és contaminou a relação de ambos.

“Quando ele [Sebastião Salgado] viu as imagens que fiz, a forma com que eu o enxergava, se emocionou muito. Isso abriu portas para o filme”, contou o realizador. As imagens gravadas por Juliano Salgado nessa e noutras expedições de “Génesis” fazem parte do filme.

As histórias sobre os projetos anteriores do fotógrafo são retratadas por meio das próprias fotografias e de entrevistas ao fotógrafo feitas por Wim Wenders. O realizador de “Paris, Texas” e “Viagem a Lisboa”, que já era amigo e admirador de Salgado, enfrentou a dificuldade de gravar alguém que ficava desconfortável com a câmara e com a equipa.

Juliano contou à Lusa que o realizador alemão solucionou o problema ao colocar o fotógrafo numa câmara escura, fechada com cortinas pretas, de onde ele só podia ver as fotos e Wenders, mais ninguém. Sebastião Salgado revela-se um contador de histórias, que dão vida às imagens, desde o garimpo de ouro, em Serra Pelada, no Brasil, até à fome na Etiópia ou a diáspora e o sofrimento no Ruanda.

O filme retrata também a migração do interesse do fotógrafo — o seu olhar privilegiado – para a natureza e as questões ambientais, e a criação do Instituto Terra, após uma ideia de sua mulher, Lélia Salgado, de replantar “mudas de mata atlântica” na fazenda do pai de Salgado, em Minas Gerais, que estava seca. A iniciativa fez com que a natureza e a água voltassem ao local, e o exemplo está a ser repetido na região.

Atualmente com 71 anos, Salgado está a trabalhar com povos indígenas brasileiros, unindo a fotografia de natureza com a de questões sociais, como o direito à terra.

Fonte: http://goo.gl/kF1Vze   

FOCUS Escola de Fotografia – Desde 1975: http://focusfoto.com.br 
Conheça os cursos da Focus: 
http://focusfoto.com.br/cursos/ 
Fale com a Focus: 
cursos@focusfoto.com.br 
Veja  Ultimas Noticias sobre Fotografia: 
http://focusfoto.com.br/blogs/  

 “Faça bem feito, faça Focus! – 1975 – 2015 = 40 anos” 

Sobre o autor

ATENÇÃO: OS TEXTOS, MATÉRIAS TÉCNICAS, APRESENTADAS NESSE BLOG SÃO PESQUISADAS, SELECIONADAS E PRODUZIDAS PELOS ALUNOS, PROFESSORES E COLABORADORES DA FOCUS PARA USO MERAMENTE DIDÁTICO E COMPLEMENTAR ÁS AULAS DE FOTOGRAFIA NAS MODALIDADES DE CURSOS PRESENCIAIS OU A DISTÂNCIA EAD, MANTIDOS PELA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA, SEM QUALQUER OUTRO TIPO DE PROPÓSITO, RELEVÂNCIA OU CONOTAÇÃO. PARA MAIORES INFORMAÇÕES CONSULTE https://focusfoto.com.br A Focus é a única escola de fotografia no Brasil, que oferece ao aluno o direito de obter seu REGISTRO LEGALIZADO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL, emitido pelo Ministério do Trabalho, por meio de cursos com carga horária total de 350 horas, incluindo períodos de estágio, preparo e defesa de TCC OS CURSOS DA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA SÃO RECONHECIDOS PELA LEI N. 9.394, ARTIGO 44, INCISO 1 (LEI DE EDUCAÇÃO) O REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL é unificado, sendo o mesmo obtido pelas melhores Universidades Públicas do Estado de São Paulo. E você poderá obtê-lo EM QUALQUER MODALIDADE DE CURSOS DA FOCUS, presenciais ou a distância EAD em menos de 6 meses de curso. O aluno obterá seu REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL diretamente nas agências regionais do Ministério do Trabalho e Emprego. Este registro é fundamental para o exercício legal da profissão, constituição de seu próprio negócio, ingressos em concursos públicos e processos admissionários em empresas de fotografia, públicas ou particulares, bancos de imagens, agências de notícias, jornalismo e consularização de seu registro de fotógrafo, caso queira trabalhar em outros países ou Ongs. Internacionais, como "FOTÓGRAFOS SEM FRONTEIRAS" entre outras modalidades. SEJA FOTÓGRAFO DEVIDAMENTE REGULAMENTADO. QUALIDADE E EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO FOTOGRÁFICA É NOSSO DIFERENCIAL HÁ MAIS DE QUATRO DÉCADAS. Os alunos recém-formados pela Focus competem em nível de igualdade com fotógrafos profissionais que estão no mercado há mais de 30 anos. Na FOCUS, o aluno entra no mercado de trabalho pela porta da frente! Os alunos, após formados, são encaminhados para o mercado de trabalho. Cursos 100% práticos, apostilados e com plantão de dúvidas. Faça bem feito, faça Focus! Há mais de 44 anos formando novos profissionais. AUTOR DO PROJETO e MEDIADOR DESSE BLOG: Prof. Dr. Enio Leite Alves, Professor Titular aposentado da Universidade de São Paulo, nascido em São Paulo, SP, 1953. PROF. DR. ENIO LEITE: Área de atuação: Fotografia educacional, fotografia autoral, fotojornalismo, moda, propaganda e publicidade. Pesquisador iconográfico. Sociólogo, jornalista, físico, fotoquímico, inventor e docente universitário. Fotografo de imprensa desde 1967, prestando serviços para os Diários Associados e professor do Sesc e do Curso de Artes Fotográficas Senac Dr. Vila Nova, São Paulo. Fotografo do Jornal da Tarde em 1972 -1973. Em 1975, funda a FOCUS – ESCOLA DE FOTOGRAFIA, primeira instituição de ensino técnico e tecnológico da AMÉRICA LATINA. No mesmo ano, suas fotos são premiadas na 13ª Bienal Internacional de São Paulo, quando a fotografia passa a reconhecida pela primeira vez como obra de valor artístico. Enio Leite, fundador do MOVIMENTO PHOTOUSP no início dos anos 70, com Raul Garcez e Sergio Burgi, entre outros, no centro acadêmico da Escola Politécnica, na Cidade Universitária, São Paulo-SP. Professor de fotografia publicitária da Escola Superior de Propaganda e Marketing, (ESPM), 1982 a 1984. Mestre em Ciências da Comunicação em 1990, pela Escola de Comunicação e Artes, USP. Doutor em História da Fotografia, Fotoquímica, Óptica fotográfica e Fotografia Publicitária Digital, em 1993, pela UNIZH, Suíça. No ano de 1997 obteve Livre Docência na Universitá Degli Studi di Roma Tre. Professor convidado pela Miami Dade University, Flórida, 1995. Pesquisador e escritor, publicou o primeiro livro didático em língua portuguesa sobre fotografia digital, Editora Viena, São Paulo, maio 2011, já na quarta edição e presente nas principais universidades brasileiras portuguesas. Colabora com artigos, ensaios, pesquisas e títulos sobre fotoquímica, radioquímica, técnica fotográfica, tecnologia digital da imagem, semiótica e filosofia da imagem para publicações especializadas nacionais e internacionais. (Fonte: G1 - 12/03/2020)

Deixe seu comentário

  • (não será mostrado)